0

Queratose Pilar: Como tratar.

Olá gente linda, tudo bem com vocês?

Vim falar sobre um assunto que é muito recorrente, principalmente quando estamos no inverno: A queratose pilar. Ela também costuma ser confundida com foliculite, por esse motivo vamos as devidas definições de cada uma:

Foliculite: 

Foliculite ocorre quando há infecção dos folículos pilosos, causada por bactérias, como o estafilococo, ou outros fatores. Infecções graves podem causar perda permanente do cabelo e cicatrizes.

A infecção aparece como pequenas espinhas, de ponta branca, em torno de um ou mais folículos pilosos. A maioria dos casos de foliculite é superficial, pode coçar, e doer. Normalmente a inflamação do pelo sara sozinha, mas os casos mais graves e recorrentes merecem atenção e tratamento com um dermatologista.

Apresentação1

Queratose Pilar:

Este problema desenvolve-se quando a pele produz a proteína queratina em excesso, o que pode causar a obstrução de folículos capilares e causar protuberâncias.
Os caroços geralmente aparecem nos braços, nas coxas, bochechas e nádegas. São brancos, às vezes vermelhos e costumam não doer nem coçar.
O problema não costuma ser grave e, normalmente, desaparece até os 30 anos de idade. Cremes com ação medicinal podem ajudar na aparência da pele.
No Brasil é muito comum, com mais de 2 milhões de casos já registrados.

Apresentação2

Durante muito tempo eu sofri com essas bolinhas na perna e “vira e meche” elas voltam, como agora! ¬¬’ Porém, hoje em dia eu já sei do que se trata e como devo proceder. **Na última imagem podemos observar um caso extremo, onde as “bolinhas” ficam bem mais aparentes e escuras.

As soluções habitualmente prescritas para o controle da queratose pilar são: uso de loções umectantes para melhorar a aparência da derme; aplicação de cremes com ureia, ácido lático, ácido glicólico; ácido salicílico; tretinoina e vitamina D; além de produtos estéticos com esteroides, componentes capazes de amenizar a vermelhidão.

ureia1

Além dos produtos com ureia, o uso de sabonetes contendo ácido salicílico e ácido glicólico podem ajudar na destruição das bolinhas formadas pela queratina. Para algumas pessoas a exposição ao sol também ajuda muito, pelo fato da queratose estar ligada a falta de vitamina D e outras vitaminas. Porém, existem casos onde a exposição piora o quadro de queratose, então, é preciso analisar como a sua pele reage a isso. 

• Tratamentos Caseiros:

Vinagre de Maça: É ótimo para Queratose pilar pois suas propriedades adstringentes ajudam a desobstruir os poros da pele. Aplique sobre a pele com uma medida igual de água, espere e enxague. 

Óleo de coco: É um outro remédio caseiro eficaz para Queratose pilar devido às suas propriedades hidratantes. Além disso, fornece benefícios anti-inflamatórios e antimicrobianos.

Bicarbonato de Sódio: É um excelente esfoliante para remover células mortas da pele que bloqueiam os poros, contribuindo assim para livrar-se das colisões na sua pele.

Misture água suficiente em duas colheres de chá de bicarbonato de sódio para fazer uma pasta. Umedeça a pele e esfregue suavemente com um movimento circular. Lave com água morna e em seguida hidrate a pele. Repita algumas vezes por semana.                            (Fonte: Beleza.blog.br)

Essas dicas caseiras podem ajudar no dia a dia, porém não substituem os tratamentos recomendados pelos dermatologistas, por isso é essencial que você consulte o seu médico e que ele indique o que melhor se encaixa para o seu tipo de pele.

Espero que tenham gostado! 

Um beeeeeijo! Caroline Lourenço

 

 

Anúncios